Tratamentos

Acupuntura

A acupuntura é um método terapêutico com origem na Medicina Tradicional Chinesa, que consiste na estimulação de pontos cutâneos específicos através de agulhas.

De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, essa estimulação tem a capacidade de regular o fluxo energético que é responsável pela fisiologia do corpo humano.

De  uma forma moderna, também utilizamos de técnicas sem agulhas, ou seja, totalmente indolor.

 

Terapia com Ervas Medicinais (Fitoterapia)

A palavra Fitoterapia tem origem grega e resulta da combinação dos termos Phito = plantas e Therapia = tratamento e, de acordo com o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, seu significado é “Tratamento de doença mediante o uso de plantas”.  É o estudo das plantas medicinais e suas aplicações nos tratamentos de morbidades, seja na prevenção, alívio ou cura das doenças.
Consiste na utilização externo ou interno de vegetais in natura ou na forma de medicamentos. Para isso, utilizam-se nas preparações diferentes partes da planta, como raiz, casca, flores ou folhas, sendo o chá a mais utilizada, preparado por meio da decocção ou infusão.
Segundo Hipócrates, o significado de saúde é a harmonia do homem com a natureza, o equilíbrio entre os vários componentes do organismo entre si e o meio ambiente. Saúde e doença estão relacionadas com a interação do corpo com a mente e do homem com o meio onde vive. 
A fitoterapia permite esse vínculo entre o homem e o ambiente, com o acesso ao poder da natureza, a fim de ajudar o organismo na normalização das funções fisiológicas prejudicadas, na restauração da imunidade, na promoção da desintoxicação e no rejuvenescimento. Dessa forma, as plantas medicinais são importantes fatores para manter as condições de saúde das pessoas. 
Além das ações terapêuticas de diversas plantas utilizadas popularmente serem comprovadas, a fitoterapia tem sua importância na cultura, sendo fração de um saber utilizado e disseminado pelas populações ao longo de gerações.

 

Homeopatia 

A homeopatia é um tipo de tratamento que ajuda a tratar e a prevenir doenças físicas e emocionais através de medicamentos não agressivos ao organismo, restabelecendo o equilíbrio da energia vital.

O tratamento se dá a partir da diluição e dinamização da mesma substância que produz o sintoma num indivíduo saudável.  A saída para quem está cansado de tomar um coquetel de remédios toda vez que fica doente ou então tem medo de optar por remédios que resolvem um problema e acabam criando outro.

Para que serve?

A homeopatia é considerada um tipo de medicina preventiva.  Ela diminui as crises de doenças crônicas, como rinite, asma, psoríase, alergias, entre outros.  Os medicamentos usados durante os tratamentos são menos agressivos para o organismo do que os remédios comuns, pois a formulação desses medicamentos é bastante diluída.

 

Terapia Ortomolecular
Terapia Ortomolecular  tem como objetivo principal equilibrar ou ativar as funções do sistema através da reposição dos minerais e  vitaminas.

O terapeuta, através de uma pesquisa minuciosa com o cliente, detecta quais são suas carências minerais e por meio de técnicas de ionização, bandagens e procedimentos

específicos da Ortomolecular, repõe os mesmos nutrindo assim as deficiências do cliente para que o mesmo obtenha uma vida saudável com bem estar.

Na ausência de minerais, fica aberta a porta para ansiedade, nervosismo, stress, depressão entre outras disfunções podendo levar à graves estados patológicos. Esta ausência proporciona também sintomas desconfortáveis ao organismo, os quais não são detectáveis em exames convencionais da medicina ortodoxa, mas o indivíduo sente que há algo que está em desarmonia.

Depoimentos

 

"Conheci o Dr. Gomes a aproximadamente cinco anos atrás, estava obesa, e após seis meses de tratamento consegui emagrecer quase 25 quilos"

Gracielle Lacaene, Cachoeiro de Itapemirim.

Era literalmente viciada em doces e massas, e logo na primeira consulta passei por um procedimento com Acupuntura, o resultado foi praticamente instantâneo.

Silvana, Conceição do Castelo.

Vitaminas e pílulas
Auriculoterapia

A auriculoterapia chinesa faz parte de um conjunto de técnicas terapêuticas, que tem como base os preceitos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC). Acredita-se que tenha sido desenvolvida juntamente com a acupuntura sistêmica (corpo), que é, atualmente, uma das terapias orientais mais populares em diversos países e tem sido amplamente utilizada na assistência à saúde, nos aspectos preventivos e curativos (Landgren,2008). Nas últimas décadas, a técnica vem se difundindo por todo o mundo em função da crescente aceitabilidade pelas comunidades científicas, após estudos que vem sendo realizados sob uma perspectiva ocidental, com métodos de investigação modernos (WHO, 1999).

A auriculoterapia tem sido muito eficaz como tratamento quando associada a outras terapêuticas provenientes da medicina oriental, como acupuntura sistêmica e fitoterapia. Os distúrbios que são mais tratáveis com auriculoterapia incluem problemas musculoesqueléticos, como articulações dos joelhos, ombro, tornozelo; distúrbios hormonais, sintomas associados à menopausa; distúrbios da tireoide e problemas menstruais; doenças que afetam os órgãos, tais como úlceras gástricas, asma e alergias, e problemas digestivos, para citar alguns. Especificamente, a orelha é um excelente local para tratar qualquer problema que tem um componente de dor, como dor lombar, dores de cabeça, problemas de pele (dermatites), problemas neurológicos e vasculares, tais como esclerose múltipla e hipertensão arterial. Problemas emocionais e ansiedade também são satisfatoriamente tratados por este método (Abatte, 2004).

Nogier afirma que a auriculoterapia tem quatro principais usos: (1) na presença de dor, incluindo dor do câncer extremo; herpes zoster diagnosticada no início; (2) para problemas emocionais que envolvem o sistema nervoso central; (3) torna os pacientes mais sensíveis à terapia medicamentosa, alterando o metabolismo, aumentando assim a absorção e eliminação; (4) e pode ser usado para tratar eficazmente vícios (Nogier, 2009).

 

Kinesio Taping (Terapia com Bandagens)

A Kinesio Taping é uma técnica que utiliza bandagem elástica adesiva sobre a pele proporcionando um mecanismo de pressão/força. Essa técnica foi inventada por um quiropraxista, Dr. Kenzo Kase em 1970 no Japão, utilizada para auxiliar no tratamento de lesões traumáticas de nervos e músculos. Por apresentar a propriedade elástica, após a aplicação promove uma tração constante na pele com força para cima, diferente de uma bandagem comum.

A Kinesio taping é uma técnica de reabilitação projetada com a finalidade de facilitar o processo de cura natural do corpo, através de apoio e estabilidade aos músculos e articulações, sem restringir por completo a amplitude de movimento. Esta técnica pode ser amplamente explorada nas diversas populações que vão desde a pediatria a geriatria, devido sua segurança. Apresenta excelentes resultados no tratamento de lesões dentro das áreas de ortopedia, neurologia e outras condições médicas. Essa bandagem é aplicada de acordo com as necessidades do paciente, após uma criteriosa avaliação, auxiliando ao retorno do equilíbrio corporal.

A Kinesio Taping é eficaz nos seguintes casos:

• Lesões musculares, contusões, hematomas

• Tendinites de Aquiles, fasciite plantar, periostite

• Recuperação de uma entorse de tornozelo

• Instabilidades patelares e tendinites peri-articulares dos joelhos

• Instabilidades do ombro e acrômio clavicular, traumatismos no manguito dos rotadores

• Hérnia de disco, dores na coluna lombar, dores nas costas e etc.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now